top of page
  • Foto do escritorApuro agência de marketing

COMO TER O PROFISSIONAL CERTO PARA A VAGA CERTA NA SUA EMPRESA


Qual empresário que não sonha em contratar o profissional certo para a vaga certa em sua empresa. Acerar na contratação é fundamental, mas o processo seletivo demanda tempo e investimento. A seleção de pessoas bem-feita e com objetivos bem claros proporciona excelentes resultados a curto, médio e longo prazo! Sei que a grande maioria das vezes o empresário não tem tempo se quer de pensar e como selecionar um profissional e até mesmo identificar se está precisando de ajuda e abrir uma vaga para alguém trabalhar.

Cada um no seu quadrado Cada vez mais as pequenas e médias empresas se veem obrigadas a fazer os processos seletivos sem os especialistas adequados – os proprietários com muitas atribuições e responsabilidades não conseguem conduzir a seleção de candidatos e consequentemente vêm a frustração e a percepção que não tem candidatos ideais para a vaga. Imaginam que delegar a um profissional essa função de selecionar alguém para trabalhar em sua empresa custa muito caro. Mas, tenha certeza, fica muito mais caro selecionar a pessoa errada para a vaga disponibilizada por você empresário. Veja vamos tratar o assunto e trazer alguns alertas para você empresário e empresária.

1 – Não basta apenas anunciar a vaga aleatoriamente! É importante, traçar o perfil da vaga, saber as necessidades da empresa em relação às pessoas, quais os requisitos que o cargo exige, responsabilidades que cabem à pessoa, expectativa da empresa em relação a quem irá preencher a vaga, candidatos disponíveis, formação, experiência na área.. E, além da parte técnica, hoje em dia é fundamental analisar as habilidades comportamental .

2 – Na entrevista você deve fazer perguntas direcionadas Importante buscar candidatos que se encaixem nos valores da empresa, que tenham brilho nos olhos, vontade de aprender e crescer. Por isso as perguntas certas são importantes nesse momento, por exemplo: • quais são os planos profissionais; • Como ficou sabendo da vaga?; • Quais cursos está fazendo ou quais cursos pretende fazer:. Claro que pode ocorrer mentiras nesse momento da entrevista, mas se tiver um candidato que encaixe com as suas respostas, poderá ser selecionado para uma outra fase.

3 – Solicitar indicação ou contratar familiares Você até pode pedir indicação de candidatos para a sua rede de contatos e/ou contratar familiares, mas cuidado! Contrate por competência e não por dó, devido à solicitação de alguém querido. Lembre-se que você precisa de uma pessoa que atenda aos requisitos profissionais da sua empresa. É necessário também se preparar caso não dê certo a indicação, pois certamente haverá uma demissão – daí, como será o contato posterior com o seu amigo ou familiar? Pense nisso!

4 – Não “descarte” o candidato apenas pelo CV É importante que haja bom senso entre ambas as partes. A empresa precisa ter um candidato certo, mas também precisa reconhecer o candidato, principalmente no quesito de práticas de mercado oferecida para a vaga em questão. A empresa precisa estar aberta a ouvir o candidato e não apenas descartá-lo ao ver um CV ou simplesmente fazer prejulgamentos. O CV é apenas um guia, mas os detalhes serão expostos no face to face (cara, cara) em uma entrevista. É importante o planejamento para direcionar qual profissional é adequado para a SUA empresa, mas na maioria das contratações é imposto o que a pessoa fará e não a deixa livre para executar, criar, opinar, mudar, etc. Se você é dono da empresa e quer ditar o “bê-á-bá” completo para o profissional contratado, para quê o contratou? Você mesmo pode executar. Use o talento a seu favor para que ele traga novas ideias para a sua empresa e vocês possam crescer juntos! De oportunidade para que ele desenvolva novas habilidades de acordo com a operação da empresa. Mas delegar não é abandonar, vc precisa cobrar progressos.

5 – Formas de recrutar Para Recrutar a empresa pode optar por algumas formas, como: divulgar a vaga em diversos canais de mídia e redes sociais, através de indicações de amigos, agências de empregos, consultorias, etc. Mas, o mais importante, é buscar a pessoa certa dentro da empresa que tem a condição de fazer estas entrevistas, com perguntas certas e o mínimo de conhecimento de perfil comportamental para eleger o candidato. O que muito acontece é que na maioria das vezes a empresa não tem estas técnicas de recrutamento e o processo não flui, contrata mal, colaborador inicia e não era exatamente o candidato certo para a posição, ou seja, processo sem êxito, tempo e investimento comprometidos, desperdício total. A contratação de consultorias para fazer o processo é uma boa opção quando não se tem expertise neste processo. Além disso, uma consultoria pode aplicar testes, por exemplo, de perfil comportamental para identificar o candidato para a posição em aberto.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page