top of page
  • Foto do escritorurubatanalmeidaramos

ITAIPAVA EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL!


O Grupo Petrópolis confirmou nesta quarta-feira (29) que protocolou na segunda-feira um pedido de recuperação judicial da Cervejaria Petrópolis e demais empresas do grupo, buscando com a medida garantir a manutenção das suas operações A companhia fabrica as cervejas Itaipava, Cabaré, Petra e Crystal, as vodkas Blue Spirit Ice e Nordka entre outras bebidas Pronto para e em condições D. Então – veja hoje vamos comentar um pouco sobre RJ da Cervejaria Petrópolis Antes porém, não se esquece de Dar um Like, compartilhar o vídeo com os amigos colegas empresários e empresárias. Comente – faça sua crítica será bem recebida. Pois é vamos falar de um produto muitíssimo popular né --a Cerveja – Sempre presente na vida de qualquer ser humano, mesmo que não beba acompanha os amigos ai que bebem e tudo mais, após o futebol e outros esportes famoso Bar da Bola . Então a Petrópolis deu entrada, na segunda-feira, em um pedido de recuperação judicial. A companhia tem dívidas da ordem de R$ 4,4 bilhões. A companhia pediu urgência, tentando evitar o vencimento iminente de parcela de R$ 105 milhões de uma dívida financeira. A empresa também cita o impacto da alta dos juros sobre o seu endividamento. “Este pedido de recuperação judicial está sendo ajuizado em regime de urgência, para evitar os gravosos e nefastos efeitos que o vencimento de parcela “bullet”, no valor de R$ 105 milhões, decorrente de operação financeira realizadas. Na parte de finanças, chamamos de bullet um empréstimo em que a totalidade do montante da dívida, ou em alguns casos, o montante principal acrescido de juros, deve ser pago apenas no final do termo do empréstimo. Esse pagamento que é devido ao final do período estabelecido chamamos de bullet ou balloon. Muitas obrigações que são transacionadas publicamente, além de outras notas, são abrangidas por esse tipo de empréstimo. Pois bem .... Essa parcela vencia no mesmo dia em que a empresa protocolou se requerimento, dia 27.03.2023, e seu inadimplemento provocaria o vencimento antecipado das demais operações existentes com a casa bancária, resultando na pronta liquidação dos recursos travados na conta vinculada e tentativa de apropriação dos recebíveis do Grupo Petrópolis que ira o ingressar na referida conta nas próximas semanas”, escreveram os advogados da companhia na petição apresentada à Justiça do Rio. De acordo com a Petrópolis, o aumento dos juros básicos da economia vem gerando um impacto de aproximadamente R$ 395 milhões por ano no fluxo de caixa do grupo. Na petição inicial, os advogados da Petrópolis dizem que a dívida financeira e de mercado de capitais é da ordem de R$ 2 bilhões, enquanto a dívida com terceiros, incluindo grandes fornecedores, soma R$ 2,2 bilhões. Os advogados atribuíram à causa valor provisório de R$ 4,4 bilhões, até que a empresa publique sua lista detalhada de credores. Fonte - O Globo. É senhores essa questão do juros altos em que estamos vivenciando trará muitas empresa para essa dúvida entrar ou não em recuperação judicial. São sinais dos tempos que estamos vivendo. Esse é o recado de hoje. Então se gostou da matéria dá um like – compartilha se inscreve no canal aciona o sininho. E vamos em frente Até o próximo vídeo.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page