top of page
  • Foto do escritorurubatanalmeidaramos

LUCRATIVIDADE E RENTABILIDADE, COMO ESTÁ NA SUA EMPRESA?


Lucratividade e a rentabilidade A lucratividade e a rentabilidade de uma empresa são dois conceitos muito importantes quando se trata das finanças e da saúde de uma empresa. No entanto, primeiramente é necessário esclarecer que existe uma diferença entre a lucratividade e a rentabilidade do capital.

• Lucratividade: é a relação entre o faturamento total da empresa e o lucro obtido após todos os descontos de custos, despesas e tributos. Assim, ele demonstra o retorno que o faturamento proporcionou para o negócio. Ainda, a lucratividade pode evidenciar o nível de qualidade do processo de precificação com relação aos custos totais dos produtos ou serviços. Pode ser calculada através da seguinte fórmula:

• Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Total) x 100. •

• Rentabilidade: essa é a relação entre o investimento efetuado no negócio e o retorno financeiro obtido por esse investimento. Esse índice pode mostrar que talvez existam problemas com os investimentos iniciais realizados, e que uma correção nos rumos tomados pela empresa seja necessária. Então, para saber a rentabilidade de um período, utilize a fórmula: Rentabilidade = (lucro líquido / investimento) x 100 O que é margem de lucro e como calcular. Também relacionado com a lucratividade, a margem de lucro é o valor em percentual adicionado ao preço de custo de um produto ou serviço para definir o quanto de retorno se deseja obter com a venda, para que assim seja definido um preço final. A margem de lucro é um dos principais fatores da precificação de produtos e serviços que vai determinar o lucro operacional, relacionado com as atividades principais de uma empresa. Portanto, a otimização dessa margem deve ser muito bem planejada, por meio do cálculo dos custos, ou seja, o quanto a empresa precisou gastar para produzir ou adquirir o produto, ou prestar um serviço, mais o valor que ela deseja ganhar de lucro pela atividade. A margem de lucro é composta por três elementos principais, sendo eles: • Custo • Preço de venda

• Lucro desejado Margem de lucro bruta A margem de lucro bruta é a diferença entre a receita total de uma empresa e o custo dos bens vendidos necessários para produzir esses produtos ou serviços. Ou seja, ela é uma medida que indica quanto dinheiro a empresa ganhou após a dedução dos custos diretos envolvidos na produção dos bens ou serviços. Assim, a fórmula da margem de lucro bruta é a seguinte: Margem de lucro bruta = (Receita total – Custo das Mercadorias ou produtos vendidos) / Receita total x 100% Por outro lado, a margem de lucro líquida é a diferença entre a receita total de uma empresa e todas as despesas e impostos, incluindo os custos diretos e indiretos envolvidos na produção e venda de bens e serviços. A margem de lucro líquida é uma medida mais ampla da rentabilidade, pois inclui todos os custos, tanto os diretos quanto os indiretos. A fórmula é a seguinte: Margem de lucro líquida = (Receita total – todos os custos e despesas) / Receita total x 100% A margem de lucro líquida é geralmente considerada uma medida mais importante para os investidores, por fornecer uma visão mais completa da rentabilidade de uma empresa e da capacidade de gerar lucros a longo prazo. Diferença entre lucro e receita.

A diferença entre lucro e receita é que a receita são os valores brutos, sem descontos, que a empresa recebe ao decorrer do período. Além disso, pode ser efetivamente dinheiro entrando em caixa, ou direitos de recebimento que a empresa possui.


A receita pode vir da atividade principal da empresa, seja venda de produtos ou prestação de serviços, ou de outras fontes. Essas outras receitas podem incluir juros de investimentos financeiros, direitos de propriedade, venda de ativos ou participação em outras empresas. Em contrapartida, o lucro é o que resta da receita após a dedução dos custos e despesas do exercício.

Ele é uma medida mais precisa da rentabilidade de uma empresa do que a receita, porque leva em consideração todos os custos associados ao negócio, incluindo custos de produção, despesas gerais, impostos e outros encargos. É importante notar que uma empresa pode ter uma receita alta, mas ainda assim não ser lucrativa se seus custos forem muito altos em relação à receita. #recuperaçãodeempresas, #lucro, #UrubatanAlmeidaRamos

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page